"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sexta-feira, 31 de março de 2017

Boletim 236 - [ Materialidade... Saída... Não há o que temer... ]


























Materialidade...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 09/dezembro/2016


Não faça, pois do apego material um sacerdócio religioso,
Nenhum bem é eterno e para tal não deve ser idolatrado,
Tudo o que nos rodeia tem apenas um propósito, servir,
Jamais nos escravizar pela necessidade da sua perpetuidade;

Como qualquer bem que se cria, mesmo que este seja duradouro,
Chegará um tempo que não terá mais sentido ou funcionalidade,
Devemos de certo fazer uso e bem do que nos cabe por mérito,
Usufruir pela necessidade, pelo prazer, nunca para humilhar d’outrem;

Não faça, pois do apego material um sacerdócio religioso,
Entendo que se precisa das vestes, do aconchego do lar e outros,
Contudo ‘estes’ estão para nos servir, não sermos servidos a ‘eles’;

Como qualquer bem que se cria, mesmo que este seja duradouro,
É preciso a constante reflexão de que somos também passageiros,
Que a maior beleza está em ‘saborear’ a existência, não viver preso à ‘ela’.
























Saída...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 26/novembro/2016


Meu coração, ‘este’ ainda faz insistir,
Mesmo meu corpo querendo desistir,
Age como um tolo cheio de ilusão,
A espera d’um amor feito inspiração;

Carrego sentimentos que me conflitam,
Também tenho emoções que me excitam,
Desejos que me levam ao próprio questionar,
‘Lutar’ com a razão para não me esfacelar;

Vivo preso a medos ainda presentes,
A procura da coragem e atitude ausentes,
Do ‘libertar’ da saudade e do passado;

Sofro com a escolha e o agir do tempo,
Haverá uma saída que me fará livre como vento,
De certo haverá um recomeçar, tudo terá acabado.
























Não há o que temer...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 26/novembro/2016


Não tema jamais a caminhada,
Por mais escuro que o caminho seja,
Por mais solitária que a jornada se apresente,
Mantenha presente a FÉ que habita em su’alma;

Há coragem suficiente em ti para o enfrentar,
Há o bom senso e o discernimento para guiar,
Não desista diante das adversidades da vida,
São ‘estas’ que nos forjam para o viver;

Não tema jamais a caminhada,
Há coragem suficiente em ti para o enfrentar,
Mantenha sempre seu pensar límpido e puro;

O bem não nos abandona, testa-nos e nos fortalece,
Para que não exista o sucumbir pelo desejo do mal,
Creia sempre, confie, a força que há em nós é Divina.




















Postagens populares