"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Boletim 196 - [ Puro amar... Sinto a tua falta... Mais que amor... ]











 












Puro amar...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 19/junho/2016



Relógio!...
Pares, pois o tempo,
Não deixes que chegue o amanhã,
Fazes de certo da noite perpetua;

Trazes-me aos meus braços,
O gostar que tanto almejo,
Dá-nos o prazer d’amor,
Permita-nos viver;

Ouvirmos,
Aos sons de nossos corpos,
O pulsar dos corações,
O respirar d’ambos;

Que nos absorva,
O calor de nossos lábios,
O sabor de nossos corpos,
A maciez de nossas peles;

Que minhas carícias,
Excitem as ‘tuas’,
‘Alimentemo-nos’ do prazer,
Sejamos, pois puro amar.




















Sinto a tua falta...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 19/junho/2016


Sei que sou um mero estranho sem a tua presença,
Sem ti ao meu lado nem eu mesmo sei o que faço,
Preciso dia após dia d’este teu sorrir que me envolve,
O calor do teu corpo quando abraça ao meu com carinho;

Este teu jeito tão infantil o qual ‘dá vida’ a este vazio ser,
Faz-nos conscientes deste nosso gostar que nos ‘alimenta’,
‘Une’ nossas almas em pura harmonia de gestos e respeitos,
Brilham, pois nossos olhos em paz, um protege ao outro;

Sei que sou um mero estranho sem a tua presença,
Consola-me na noite o silêncio que ouve ao meu coração,
Só ‘este’ sabe o quanto eu lhe desejo e lhe espero palpável;

Este teu jeito tão infantil o qual ‘dá vida’ a este vazio ser,
Respeita ao meu sentir e ao meu sincero prazer de estar ao teu lado,
Tudo conspira ao meu favor, sei, pois ‘nasceste’ em ti a saudade.




















Mais que amor...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 19/junho/2016


Errei contigo,
Fiz-te esperança,
Deixe-me enganar,
Subestimei-me,
Houve um brilho,
Mas apenas o meu,
D’os meus olhos,
Frieza dos ‘teus’;

‘Nasceu’ o gostar,
Emoção que pulsa,
Sentimento puro,
Corpo e alma,
Contudo não recíproco,
Essência perdida,
Cura que fere,
Desejo que sangra;

Errei contigo,
‘Nasceu’ o gostar,
Fiz-te esperança,
Emoção que pulsa,
Deixei-me enganar,
Sentimento puro,
Subestimei-me,
Corpo e alma;

Houve um brilho,
Contudo não recíproco,
Mas apenas o meu,
Essência perdida,
D’os meus olhos,
Cura que fere,
Frieza dos ‘teus’,
Desejo que sangra;

Nem a flecha,
Nem o querubim,
‘Acolhe-me’ a solidão,
 ‘Abraça-me’ o silêncio,
‘Ampara-me’ a saudade,
Por piedade me poupa,
Desta dor na pele,
Incapaz da paz de minh’alma.













Postagens populares