"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Espaço Homenagem Viva... [Paulo Cesar Ribeiro]







Homenagem Viva







Simples e com cuidado
Paulo Cesar Ribeiro [popou]
Guarulhos - SP
De longe vejo quando você...
Sai, bate a porta, sem adeus e vai embora.
Há lágrimas naquele rosto? Pouco importa!
Será muito dolorido ou não? Ignora-se!
Simples... O que mais quer, é ficar só agora.


De canto em canto, sigo você...
Caminhas solitária, silenciosa e de olhos baixos.
Na estrada comprida que tens pela frente, talvez...
Não me pressinta a espreitá-la, por entre as penumbras,
É somente cuidado nada mais que isso... Pode crer.


D'agora em diante, eu cuido de você...
Secarei suas lágrimas, provocando um vento manso.
E ainda por cuidado, farei bálsamos para suas dores,
Teu corpo aquecerei, com vapores de rosas e sais, e...
Deixarei que linda adormeça, bem perto do meu peito.


De hoje não passa, direi a você...
Com todo cuidado, farei seu despertar ser cheio de dengos.
Prenderei em seus longos cabelos negros, uma rosa ao lado,
Com afagos e carinhos, olho no olho tenho muito a lhe dizer!
Falta-me coragem... Mas com todo cuidado... Eu amo você!



Deixe-me ficar
Paulo Cesar Ribeiro [popou]
Guarulhos - SP
Hoje não quero ir...
Deixe-me ficar?
Ficarei quieto,
no cantinho do seu coração.
Zelarei por toda noite do meu bem.

Para que durmas,
o sono dos anjos.
Farei dueto com a lua,
numa canção mansa e serena.

Se sonhares coisas boas,
participarei com lugares,
festas e princesas.

Se tiveres pesadelos,
usarei o brilho das estrelas,
para lhe acalmar.

Pela manhã ao acordares,
beijarei teus olhos,
direi palavras macias e...
Lhe mostrarei o sol.


Difícil perder
Paulo Cesar Ribeiro [popou]
Guarulhos- SP
No fogo de seu corpo
Sinto pouco a pouco
Que a muito por ti
Sou mais que a um louco.

Se me decepciona eu lhe perdôo
Se me ignora, finjo não perceber
Sempre querendo você
Cego passei a ser.

Se assim posso viver?
Nem eu posso saber
Meu amor é do tamanho
Do medo de te perder!


Agora... Não!
Paulo Cesar Ribeiro [popou]
Guarulhos  - SP
Perdido nas vielas deste céu,
pisei, pé ante pé, entre estrelas,
procurando você.
Prá sonhar algum sonho,
um pouco meu,
um pouco seu!

Nas nuvens
de nossos alvos lençóis.
Sonho beijando você,
dá-me os teus beijos!
Sonho abraçando você,
acarinha-me com teus abraços!
Sonho tendo você,
aconchega-se de mansinho,
faz de mim teu ninho,
acorda-se com todo carinho.

Postagens populares