"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 3 de junho de 2017

Boletim 245 - [ Águas da vida... Flamboyant... Caminho d'água... Meu desejo... Sintonia... ]






















Trabalho do artista plástico piracicabano: Marcelo Romani Borges de Araujo

‘POETURA’ – poesia que ‘nasce’ da pintura
Águas da vida...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 13/janeiro/2017



Na translúcida limpidez d’água que antes se faz cachoeira,
Reflete intensa e ’viva’ a vida que resplandece a sua volta,
Faz-se de certo, pois mágica imagem na retina dos olhos,
Momento inspirador único nas mãos do escolhido que a pinta;

Na abençoada serenidade destas águas o verde se faz intenso,
Cores e mais cores, sons que se completam em harmonia,
‘Dançam’ no azul as nuvens com seus tons em pura festa,
Espelho da magia graciosamente ofertada pelo Criador;

‘Reside’ cá a verdadeira Paz, a essência do tempo viver,
Nem demais, nem de menos, o equilíbrio entre as forças,
Terra, Céu, Água, Ar e Natureza, cúmplices da mesma maravilha;

‘Repousam’ todas as lições e aprendizados necessários,
O respeito, a convivência, a vida em tempo real de solidariedade,
Atitudes e gestos que não ‘habitam’ a muitos que cá são seus passageiros.





















Trabalho do artista plástico piracicabano: Marcelo Romani Borges de Araujo

‘POETURA’ – poesia que ‘nasce’ da pintura
Flamboyant...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 23/janeiro/2017



Que saudade eu sei que vou sentir deste lugar,
Muito mais desta frondosa e acolhedora sombra,
No meu caminhar sem eira e nem beira salvou-me,
Protegeu-me do forte calor do sol este flamboyant;

Visão mágica aos meus cansados e perdidos olhos,
Um alento abençoado no pisar do chão quente batido,
Na curva da estrada onde o horizonte se faz ‘perder’
Um misto de vermelho e laranja, um enfeitiçar d’alma;

Diante de tão bela Dádiva antes de sentar ajoelhei-me,
Agradeci ao Criador pela sua benevolência e cuidado,
Pela exuberante árvore na solidão do meu trajeto;

Pedi permissão e recostei meu corpo em seu tronco,
Vislumbrei-me da beleza de suas cores e me fiz emocionar,
‘Tocou-me’ a brisa na face, ‘roubando-me’ um sorrir e lágrimas.





















Trabalho do artista plástico piracicabano: Marcelo Romani Borges de Araujo

‘POETURA’ – poesia que ‘nasce’ da pintura
Caminho d’água...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 11/janeiro/2017



Entre o silêncio das pedras ‘corre’ a vida em forma d’água,
‘Nasce’, pois escondida sob a terra para ‘brotar’ acima ‘dela’,
Líquido límpido, puro, presente da Mãe Natureza ao planeta,
Oferta que semeia o viver e que também renova a existência;

Faz-se ‘fio’ d’água, por vezes uma pequena poça translúcida,
 Aplaca a sede de todas as espécies, das árvores e do ser humano,
Segue o seu caminho umedecendo o solo, ramifica-se no seu trajeto,
Faz-se um lago, um discreto riacho, um rio caudaloso, imenso mar;

Por onde ‘passa floresce’ e encanta aos olhos dos que sabem ver,
‘Cativa’, ‘seduz’, ‘hipnotiza’, faz-se convidativa ao sentir da pele,
Seja fria como cachoeira, gélida como neve ou morna como fonte termal;

‘Lava-nos’ o corpo físico e ‘alimenta’ ao ‘mesmo’ saciando a sua sede,
‘Purifica’ n’alma, primeiro quando cá chegamos do ventre, líquido materno,
No partir derradeiro que nos levará a novos caminhos, na limpeza da matéria.





















Trabalho do artista plástico piracicabano: Marcelo Romani Borges de Araujo

‘POETURA’ – poesia que ‘nasce’ da pintura
Meu desejo...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 13/fevereiro/2017



No silêncio do alto da serra, no apreciar das criações do Ser Supremo,
Na beleza do entardecer do dia e contemplando a magia da natureza,
Pus-me a fechar meus olhos por alguns instantes e ‘viajei’ a imaginar,
Como seria se toda aquela paisagem fosse das cores que vislumbrei;

Um colorir único, do mais forte ao mais suave azul e sutis matizes em verde,
Um tempo essencialmente meu, meu mundo particular, de harmonia e paz,
Poder de certo repensar toda a existência, os erros cometidos e os acertos,
Refletir com calma sobre o conviver com este planeta que me acolhe;

Nada pede, ao contrário, dá-me a terra, água, alimento e o ar que respiro,
Faz parte da minha passageira estadia, dos aprendizados que me cabem,
Das tantas lições que devo, pois passar para ser consciente e responsável;

Permito a união de meu corpo com todas as forças existentes a minha volta,
Sou parte integrante deste ‘ser vivo’, hospitaleiro, acolhedor até na morte,
Busco fazer jus d’esta morada, de seus encantamentos, não só agora em vida.





















Trabalho do artista plástico piracicabano: Marcelo Romani Borges de Araujo

‘POETURA’ – poesia que ‘nasce’ da pintura
Sintonia...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 21/janeiro/2017



Na beira do riacho,
Tudo o que se precisa,
A mansidão d’água,
O verde da natureza;

A simplicidade d’uma casa,
Que acolha e abrigue da noite,
Das intempéries do tempo,
Que o viver seja felicidade;

Possa se apreciar a vida,
Pescar ao necessário,
Cultivar ao que alimente;

Compreender a mágica do viver,
‘Conjugar’ a harmonia com o planeta,
Este ‘Ser’ que nos acolhe em benção.















Postagens populares