"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Boletim 209 - [ Não se deve desistir... A bondade 'nasce' de nós... Planeta Dádiva... ]






















              
                    
                    
              

Não se deve desistir...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 17/setembro/2016


Tantas situações eu já imaginei,
Quis encontrar todas as respostas,
Fazer o que acreditava ser correto,
‘Plantar’ as sementes d’um novo mundo;

Tantas situações eu já imaginei,
Experiências que se poderia viver,
O aprendizado que cada uma traria,
O melhor de mim que está por vir;

Tanto tempo depois não desisti,
Continuo insistindo, em teimosia,
Querendo que tudo seja positivo;

Tanto tempo depois não desisti,
Agora ‘luto’ pelo bem das novas gerações,
Faço-me mais consciente e ‘colho’ a vida.

 











 











              
                    
                    
              

A bondade ‘nasce’ de nós...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 17/setembro/2016


Preciso, eu bem sei de quatro paredes para me acolher,
Dar a mim a guarida da noite, do frio e das intempéries,
Porém quero muito mais da ‘liberdade’ que a vida oferta,
Não viver da clausura do medo, da angústia e da solidão;

Preciso, eu bem sei de quatro paredes para me acolher,
Um refúgio para chorar, também sorrir e depois me refazer,
‘Renascer’ de corpo e d’alma dos aprendizados e reflexões,
Abrir a janela do meu próprio eu e respirar o ar da Paz;

Quero poder abraçar ao meu semelhante e ofertar sinceridade,
Abraçar aos amigos, também aos desconhecidos com afeto,
Que este sentimento não seja temporário, mas salutar hábito;

Quero poder abraçar ao meu semelhante e ofertar sinceridade,
Estender-lhe a mão e cumprimentar, sentir então reciprocidade,
Não ter pedras a carregar, ofertar flores para ‘colecionar’ jardins.






















              
                      
                      
              

Planeta Dádiva...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 18/setembro/2016


Olho ao céu e me encontro,
me ‘perco’ na sua vastidão,
Contudo faço por apreciar
ao seu azul de ‘brigadeiro’;

De certo também quando
está em muitos tons de cinza,
Em qualquer situação há
beleza a ser ofertada e vista;

Só não capta quem não quer,
quem não se permite vislumbrar,
A magia está explícita aos olhos,
seja da mente, muito mais d’alma;

Não basta apenas o perceber,
é preciso compreender seus sinais,
Encanta-nos com o brilho do sol,
alegra e assusta com a tempestade;

Oferta-nos a essência da vida, Luz,
Contempla-nos com a Dádiva, Água,
Tudo ao seu tempo, hora e lugar,
seja para o bem ou para advertir;

Cabe-nos o discernimento constante,
Compreender e respeitar as forças naturais,
Aqui nada somos do que passageiros,
na busca de aprendizados e entendimentos;

Que se faça então a parte certa de cada qual,
preserve, oriente, cuide, ensine, pois a manter,
Se nos é permitido então apreciar que se possa
deixar as novas gerações os mesmos espetáculos.



















Postagens populares