"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Boletim 205 - [ N'alma d'amante... Confesso... Pureza... ]




















 

N’alma d’amante...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 20/agosto/2016 


Meu coração se fez ‘apaixonar’ por você ao primeiro olhar,
Tanto já se faz este tempo e mesmo assim nada se ‘perdeu’,
Ofertou-nos uma proximidade que a vida fez por perdurar,
Afastou-nos percalços, as adversidades, mas permanecemos;

Escolhi, pois manter-me em completo silêncio quanto às emoções,
Jamais houve em mim a devida coragem ou a loucura do expressar,
Contar meu gostar que se fez em mim amor e ainda sobrevivi pleno,
Jurei não ‘libertar’ meus sentimentos e sensações por nossa amizade;

Não sobreviveria ao seu adeus, preferi assim a fantasia e aos sonhos,
Ter-lhe mesmo que na distancia, quem sabe no ocasional d’um encontro,
Um olhar, um sorrir e um abraço que me ‘alimentaria’ n’alma d’amante;

Não conheço aos desígnios que fazem ‘florescer’ a essência d’amor,
Se são resquícios d’autrora não me importa, sei que tudo é real e puro,
Justo ou injusto o destino respeito, o que conta é amar-lhe mesmo em dor.























Confesso!...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 21/agosto/2016


Sem o seu amor eu não sou nada, confesso,
Nas noites as quais habito só eu sei a tua falta,
Olho e olho para o relógio e espero em vão,
Não tenho poder sobre o implacável tempo;

Sem o seu amor eu não sou nada, confesso,
Clamo para que a madrugada se vá e amanheça,
Para assim poder ver-te e brilhar meus olhos,
Sentir a tua pele e carícias, o calor do teu corpo;

Tu’ausência é minha maior dor e fere-me n’alma,
És minha fonte de inspiração, meu caminho de vida,
Um gostar imenso, um amor sublime e puro;

Tu’ausência é minha maior dor e fere-me n’alma,
Necessito do som da tua voz a sussurrar provocações,
Minha pele precisa da ‘tua’ para sermos seres completos.






















Pureza...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 24/agosto/2016


Quando eu escrevo ‘canto’ e ‘canto’ só para você,
‘Liberto’ e ‘liberto’, pois emoções e sentimentos,
‘Pedacinhos’ secretos de meu ser que só você sabe,
São sensações, são desejos e verdades únicas;

Quando eu escrevo ‘canto’ e ‘canto’ só para você,
‘Dou vida’ através das palavras ofertando meu gostar,
‘Dou essência’ ao prazer que encontro em ti,
‘Falo’ da felicidade que minha pele recebe da tua pele;

Quero-lhe tanto bem e está ‘visível’ em meus olhos,
Está palpável na reciprocidade que compartilhamos,
Meu amor se faz presente, não há em mim solidão;

Quero-lhe tanto bem e está ‘visível’ em meus olhos,
Meu corpo ‘repousa’ na suavidade do teu em puro êxtase,
Presenteia-nos a vida com a pureza de nosso amar.














Postagens populares