"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 14 de novembro de 2015

Boletim 164 - [ Até quando?... Acorda Brasil... 'Olhos' do Criador... Políticos... Ânus... ]









" Por motivos alheios a minha vontade infelizmente não há mais como realizar
por minha pessoa o acesso ao que o[a] leitor[a] escreve em seus comentários aos textos postados, sendo assim estou disponibilizando um novo endereço para que seja possível e quando assim se deseje enviar o expressar dos[as] leitores[as], muito obrigado" - [ arvoredossentimentos@hotmail.com ]



















                    

                    

Até quando?...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 14/novembro/2015


O planeta é um 'poderoso e gentil ser', mas frágil,
A vida então, muito mais e esqueceu-se disto,
E mesmo assim tudo se desdenha, se perde,
Não há mais significados, não há humanidade;

O planeta é um ‘poderoso e gentil ser’, mas frágil,
Fazem e desfazem contra e por ‘ele’,
Não lhe pedem, apenas ultrajam, roubam,
Queimam, destroem tudo pelo progresso;

O viver de certo nada mais tem valor,
A vida de nada interessa uma a mais ou a menos...
Cerceia-lhe se possível antes mesmo do nascer;

O viver de certo nada mais tem valor,
Chora-se aqui no planeta em meio à lama da ganância,
Chora-se acolá no planeta em meio ao sangue da arrogância.



















                    
                    

Acorda Brasil!...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 14/novembro/2015


Infelizmente grande parte do nosso 'gentil e dócil' povo,
Acredita cegamente que todos os problemas do País,
Não é problema seu, que nada o afeta ou lhe afetará,
Mas acredita piamente que o problema é sim d'outro;

Para ele tudo está perfeito, harmonioso, um paraíso,
Que os aumentos abusivos praticados não o atinge,
Que a corrupção tão visível e podre não lhe alcança,
Que a desonestidade fiel praticada não lhe rouba;

Que a falta de educação/conhecimento não lhe pesa,
Que a falta da saúde ofertada não o acomete, nem aos seus,
Que a desunião entre as famílias não lhe fará mal algum,
Pois crê no seu egoísmo estar imune a todas as intempéries;

É por ai que tudo começa, por não acreditar, o fechar dos olhos,
Por aceitar facilmente e ter a falsa fé que é um pseudo 'deus',
Que a sua vida é uma maravilha, sendo um ilusório 'mar de rosas',
Quando na verdade tudo é um declarado fétido poço de lama.

















" Este é um carinho, uma homenagem a todos[as] poetas e poetisas, aos artistas plásticos, em especial ao meu querido amigo e artista plástico: [Marcelo Romani Borges de Araujo ], que se permitem captar as belezas da natureza ofertadas pelo Criador e 'destas' transformar ou dar 'vida', seja no branco da tela que receberá as cores, seja no branco da folha que será a confidente dos sentimentos e das emoções 'libertas' dos poetas e das poetisas"

                    
                    

‘Olhos’ do Criador...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 14/novembro/2015


Vê o poeta a natureza e se encanta ‘nasce’ então a poesia,
Contempla o artista, e ‘esta’ lhe instiga ‘dá-se’ vida a tela,
Cada qual ao seu tempo, percepção e ao seu olhar,
Mas ambos incumbidos do mesmo, dar à arte a vida;

Vê o poeta a natureza e se encanta ‘nasce’ então a poesia,
Capta de certo aos sentimentos, as emoções e os desejos,
‘Colhe’ com o silêncio dos olhos as sensações e os prazeres,
‘Liberta’ pois na folha que se faz ansiosa, a essência do viver;

Contempla o artista, e ‘esta’ lhe instiga ‘dá-se’ vida a tela,
Do olhar atento, minucioso ‘este’ imortaliza-a nas cores,
Faz das pinceladas, da técnica e da sua mão a grande magia;

Contempla o artista, e ‘esta’ lhe instiga ‘dá-se’ vida a tela,
Ambos instrumentos d’um mesmo e maravilhoso privilégio,
Cada qual com o seu ‘dom’, mas servos do Supremo Criador.



















                    
                    

Políticos...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 9/novembro/2015


                        P ensava-se que todos só trabalhavam pelo bem do povo,
                        O casionalmente deveria acontecer para assim agradar,
                        L amentavelmente com o passar dos anos tudo se perdeu,
                        I  mpuseram máscaras, conchavos, mentiras para enganar,
                        T rataram de cuidar apenas de si e dos seus interesses,
                        I  nviabilizando ao crescimento do País e do próprio povo,
                        C orromperam-se pelo 'poder' que receberam das pessoas,
                        O nde estará o caráter ilibado, mais a sua honra que nada vale,
                        S eres sem dignidade, nem confiança, sem brio, de certo sem alma.



















                    
                    

Ânus...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 09/novembro/2015


Orifício eliminatório,
Retira ‘este’ do corpo as mazelas,
Expele o que não se precisa,
Caminho da purificação,
Pode ter aparência lisa,
Por ter aspecto peludo,
De costume pequeno,
Alguns médios,
Poucos largos,
Este espaço libertador,
Erótico,
Erógeno,
Desejado,
Repudiado,
Excitante para alguns,
Desprezado para outros,
Não menos,
Nem mais importante,
Equilibrado no contexto,
Apto de sua função,
Alguns são bem higiênicos,
Outros...
Percebe-se que nem tanto,
Mas tudo é questão de asseio,
De modos,
De ensinamento,
De cuidado,
De compreensão,
Da sua importância,
Respeito pela parte que há em nós,
Não a vemos,
Sentimos e apalpamos,
Contudo sem ele se pereceria.














Postagens populares