"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 8 de agosto de 2015

Boletim 150 - [ Silêncio e poesia... Todos nós... 'Nasce' então um amor... 'Liberte-se...' Redimir-se... ]























Silêncio e poesia...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 05/agosto/2015


O silêncio,
Quando captado,
Far-se-á pura poesia,
Sendo assim,
Para 'senti-los',
É preciso que se permita,
Mudar de dimensão;
Ao estar,
Nesta plenitude,
Será então,
Capaz de absorver-se,
D'ambos...




















Todos nós...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 24/julho/2015


Vamos eu e você e todos que queiram colher rosas brancas,
Ofertar com ‘estas’ a paz perdida, um tempo de emoção,
Compartilhar o sorriso esquecido, a bondade tão ignorada,
Absorver ao abraço ausente, acolher e ‘libertar’ as lágrimas;

Vamos eu e você e todos que queiram colher rosas brancas,
Colocá-las na lapela, no bolso, no peito, bem visível, palpável,
No peito ao lado do coração, enfeitar aos cabelos femininos,
Entregá-la num gesto de carinho, com a pureza na atitude;

Não tenhamos medo, tão pouco receio, o amor acolhe,
Despertemos o nosso lado humano, o respeito e dignidade,
Para que ‘floresça’ n’outros esta mesma humanidade;

Não tenhamos medo, tão pouco receio, o amor acolhe,
Seremos de momento solitários, mas o exemplo a ser seguido,
Comecemos com a fraternidade dos olhos, depois n’alma.




















‘Nasce’ então o amor...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 02/agosto/2015


Há em mim...
Um sentimento que me confunde,
Faz-se presente,
De certo veio de mansinho,
Não sei precisar,
Se apenas é o gostar,
Se for mais que isto,
Se for o amor que ‘brinca’ comigo,
Mexe, remexe minhas sensações,
‘Aquece’ as emoções adormecidas,
Produz ainda mais dúvidas que certeza,
Mas sei que está ‘florescendo’,
Já ‘brotou-me’ aos olhos,
Logo chegará ao coração,
‘Explodirá’ e excitará na pele,
E quando se fizer então o amor,
Que Deus nos abençoe.



















Trabalho do artista plástico: Dio Pinez

‘Liberte-se...’
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 27/julho/2015


Por alguns minutos,
‘Feche’ os olhos,
Faça uma retrospectiva,
Não esqueça...
Nenhum dos momentos bons,
Tão poucos aos ruins,
Serão muitos risos,
Também algumas lágrimas,
Sentimentos esquecidos,
Outros bem presentes,
Emoções distantes,
Outras na pele,
Esquecimentos,
Esperança,
Incertezas,
Memórias,
Sensações,
Dúvidas,
Certezas;

Por alguns minutos,
‘Feche’ os olhos,
Relembre...
Situações do dia-a-dia,
Situações do passado,
Não se preocupe,
Nem todas serão positivas,
As adversidades são aprendizados,
O que valerá será a lição adquirida,
O não repetir da música errada,
O aprender de novas canções,
Os caminhos seguidos,
Os traçados,
Até os ignorados,
As pedras do caminho,
As que foram retiradas,
As que o tempo retirou,
As que ainda estão,
Contudo...
Serão vencidas,
Na sua hora,
No seu tempo,
No seu merecimento;

Por alguns minutos,
‘Feche’ os olhos,
Reflita...
Repense...
Reorganize...
O viver,
A vida,
‘Liberte-se’...
Do passado,
Da solidão,
Das saudades,
Das frustrações,
Dos aborrecimentos,
Das tristezas,
Não guarde,
Desgostos,
Rancores,
Mágoas,
Raivas,
Ódio;

Por alguns minutos,
‘Feche’ os olhos,
De alforria...
Aos pensamentos,
Ao coração,
Ao espírito,
A matéria,
Desfaça-se,
Dos medos,
Das dores,
Do mal,
Sorria,
Abrace,
Cumprimente,
Seja humilde,
Responsável,
Bondoso,
Honrado,
Digno,
Perdoe,
Se permita,
Viver,
Em
Paz
De
Corpo,
D’alma.




















[ Poemagem – Poesia que ‘nasce’ da imagem ]

Redimir-se...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 01/agosto/2015


Espera o Planeta pela sensata e devida compreensão humana,
Pois hoje ‘este’ faz por ‘cobrar’ urgência nos atos e nas atitudes,
Por mais entendimento, muito mais responsabilidade, maturidade,
Que a ganância seja freada por respeito a todo tipo de ser;

Espera o Planeta pela sensata e devida compreensão humana,
Que os olhos destes seres hospedes temporários contemplem,
As belezas ofertadas, aos mistérios, a essência deste viver,
Tudo e todos estão entrelaçados, sem harmonia nada seremos;

Cada qual é um cúmplice, seja tanto para o mal como para o bem,
A diferença é que o mal nos levará a um fim triste e irreversível,
Quanto ao bem, este nos dará a benção da purificação d’alma;

Cada qual é um cúmplice, seja tanto para o mal como para o bem,
Devemos semear as sementes que darão bons frutos, a vida,
Nosso tempo terreno é finito, mas os erros serão para a eternidade.















Postagens populares