"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 1 de agosto de 2015

Boletim 149 - [Em vida... Aprendizados... Liberto... Há... Cumpra-se... Terra a qual nasci... ]










 








Em vida...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos® 
Concebida em: Piracicaba, 18/julho/2015


Faz-se cruel, mas verdadeira a realidade aos olhos,
Seremos quem sabe lembrados, até admirados,
Depois que 'passarmos' pela vida que não volta,
Dificilmente acontecerá enquanto vivos, é a regra;

Sendo assim não oferte apenas na partida flores,
De certo que sejam colhidas e ofertadas no agora,
Para que as recordações se façam alegrias,
Jamais motivo de tristeza e lágrimas;

Faz-se cruel, mas verdadeira a realidade aos olhos,
Sendo assim não oferte apenas na partida flores,
Lembre-se, nada levaremos de material do viver,
Seremos pó do pó que o Criador concebeu.



















Aprendizados...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos® 
Concebida em: Piracicaba, 18/julho/2015


‘Rouba’ o tempo de nós à beleza da pele,
Ensina-nos, no entanto que viver é uma magia,
Que a vida é rápida é um ‘estalar’ de dedos,
Faz-se de certo essencial saber ‘usá-la’;

O ‘pó’ de toda esta magia está na simplicidade,
Está na atitude do sorrir natural e sincero,
Está no ofertar d’um simples bom dia, um abraço,
Está no respeito que se oferta e se fará retornar;

‘Rouba’ o tempo de nós à beleza da pele,
Pode até, mas deve trazer aos fios prateados,
Muito mais a maturidade das lições aprendidas;

O ‘pó’ de toda esta magia está na simplicidade,
Está na coragem em ser único, na mão amiga,
Está na Fé, no equilíbrio do corpo e d’alma.

















Liberto...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 25/julho/2015


Caminho liberto,
Faço-me solitário,
Mas não importa,
Há o horizonte,
Há a esperança,
O recomeçar,
Novas emoções,
Novos sentimentos,
Carícias,
Afetos,
Afagos,
Tantos desejos,
Tantas sensações,
Acompanha-me o sorrir,
A paz d’alma,
O brilho dos olhos,
Desfiz-me das lágrimas,
Das antigas saudades,
Do insistente passado,
Da traiçoeira solidão,
Dos grilhões no peito,
Das sombras,
Dos espinhos,
Do punhal que me feria,
Curei-me...
Ajudou-me o tempo,
Ajudei-me,
Enfim...
Caminho liberto.


















Há...
Celso Gabriel de Toledo e Silva- CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 17/julho/2015


Há...
Em meu ser,
Muito mais silêncio,
Do que palavras,
A tristeza do descasco,
A indiferença da leitura,
A idolatria da futilidade,
A insensibilidade alheia,
Que se faz compartilhada,
Penso até...
Que almejada,
Por muitos ansiada,
Viver da ignorância,
Viver como cópia,
Vulgar e inútil,
Fantoche d’outros,
Sem personalidade,
Sem identidade,
Sem sentido,
Sem poesia,
Sem regras,
Sem alma,
Sem vida,
Sem...


















[ POEMAGEM - Poesia que 'nasce' da imagem ]
Cumpra-se...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 30/julho/2015


Far-se-á bela e feminina enfim a Justiça,
‘Esta’ analisará as decisões com certa emoção,
Far-se-á andrógena de certo a Justiça,
Fará o que lhe cabe então com imparcialidade;

Não está ileso o sexo que pratica o que não cabe,
O vislumbre da imagem não significa que haverá menor piedade,
A gravidade já está registrada nos atos praticados e sentidos,
Caberá agora conter ou não ao peso da espada pelo mal executado;

O universo clama por um fim das barbáries, da desumanidade,
Céu, mar, terra, ar, natureza, a própria existência do Planeta,
Buscam ao equilíbrio tão desgastado, rebanhar aos bons humanos;

É premente que se ‘queime’ ao joio que contamina ao bom trigo,
Para tal, nem piedade, nem clemência, quem sabe ‘nasça’ algum perdão,
Vem do Criador a ordem, que se cumpra, flamejante será a espada.

















[ Homenagem aos 248 anos de Fundação da cidade de Piracicaba-SP ]
Terra a qual Nasci...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 01/agosto/2001


Terra a qual nasci...
Banhada por águas doces,
Pela paz da natureza,
Árvores, pássaros e muitas flores;

Terra a qual nasci...
Acolhedora de tantas outras pessoas,
Pessoas vindas do além mar...
Sempre recebidas com o mesmo calor;

Terra a qual nasci...
Lugar onde o peixe para,
Da cana de açúcar,
Do sotaque arrastado;

Terra a qual nasci...
Aqui cresci,
Aqui vivo feliz,
Aqui descansarei em paz;

Terra a qual nasci...
Hoje homenageio,
Canto seu nome aos quatro ventos,
Com orgulho – Piracicaba.














Postagens populares