"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Boletim 111 - [ Felicidade n'alma... Inesperado olhar... Eu e você... ]






 






Felicidade n’alma...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 16/setembro/2014



Com felicidade n’alma compartilho com você toda a paz desta noite,
Oferto esta sensação existente em meu ser e peço que seja reflexo em ti,
Que haja em teus lábios o sorrir sereno e tranquilo, livre de qualquer medo,
O brilho dos teus olhos seja contagiante e outros possam perceber;

Que a atitude da bondade e a nobreza da solidariedade esteja contigo sempre,
Possa estender a mão amiga e solidária a quem precise deste amparo,
Que o néctar dos límpidos pensamentos mantenha sua mente sempre alva;

Com felicidade n’alma compartilho com você toda a paz desta noite,
Este tempo de serenidade e silêncio que nos leva a reflexão do viver,
O compreender das emoções e dos sentimentos, seu sentido e acontecer,
Que brilhe a Luz dos bons ensinamentos, a benção e proteção dos anjos;

Que a atitude da bondade e a nobreza da solidariedade esteja contigo sempre,
Faça-se presente sempre a verdade das palavras, a transparência de seus atos,
Sobretudo que você possa arrebanhar pessoas para as boas virtudes, Amém!...












Inesperado olhar...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 15/setembro/2014



Você! Você que me sorriu com timidez através do teu olhar,
Quanta meiguice ofertada repete-me este presentear fascinante,
Deixa-me estar próximo para contemplar o brilho dos teus olhos,
Permita-me absorver este carinho, toda esta paz que é emanada;

Você! Você que me sorriu com timidez através do teu olhar,
Não precisou fazer uso de nenhuma palavra e me cativaste,
Não fuja justamente agora suplico, proíbo-lhe de me abandonar,
Agora creia já se faz tarde, enfeitiçaste meu coração;

Minhas emoções me desgovernam, encontrei a felicidade...
Instigam-me os sentimentos, ‘nasceu’ em mim o gostar,
Aconselha-me a razão sabiamente, não ouça o que digo;

Minhas emoções me desgovernam, encontrei a felicidade...
Aproximei-me de ti, segurei as tuas mãos e ficamos em silêncio,
Ao percebermos o que fazíamos já caminhávamos lado a lado.












Eu e você...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 11/setembro/2014



Que linda faz-se a felicidade que nós compartilhamos, eu e você...
Somos abençoados, um casal harmonioso, transparentes nas emoções,
Somos amantes apaixonados um do outro, sem medos, sem mistérios,
Nada temos a esconder, escrevemos juntos as páginas do mesmo livro;

Que linda faz-se a felicidade que nós compartilhamos, eu e você...
Nossos sentimentos ‘falam’ por nós, vivemos em perfeita sintonia,
Meus olhos brilham até hoje com o mesmo brilho de quando lhe conheci,
‘Vivos’ são os meus desejos por você, por sua pele, seu corpo que só eu conheço;

Não há em nós nenhum tipo de saudade, muito menos a ‘presença’ da solidão,
Tão pouco a tristeza que quando chega fere ao coração, depois n’alma,
Nada nos agredi cada qual tem n’outro a coragem e a segurança necessárias;

Não há em nós nenhum tipo de saudade, muito menos a ‘presença’ da solidão,
Se acontece em nós o libertar das lágrimas é pela alegria, ambos se completam,
O expressar do amar é tão intenso que até o choro faz-se em êxtase.










Postagens populares