"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 12 de abril de 2014

Boletim 94 - [ Nada a esperar... Tempo perdido... Olhares em vão... Raras permissões... Fácil abandonar... ]














Nada a esperar...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 18/dezembro/2013


Semeio infelizmente palavras ao sabor do vento,
Nem sei, nem mais me importa onde irão chegar,
Possuo sem sombra de dúvida a certeza única,
Triste e dolorida que aos seus ouvidos jamais,
Pois não me permitiste nem um simples olhar.












Tempo perdido...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 16/dezembro/2013


Nosso tempo como meros passageiros neste mundo é tão finito,
Crê-se que muitos não aprenderão nada, quem sabe mais arrogância,
Viver-se-á cá sem sentido, sem entendimento, até na ignorância,
Certamente cuidando apenas da beleza externa e se esquecendo d'alma...











Olhares em vão...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 18/dezembro/2013


Eu quis ser feliz ao teu lado,
Acreditava ser impossível, mas insisti,
Lutei por isso, contudo apenas eu,
Não houve reciprocidade, nem oportunidade,
Fiz-me tão presente, mais do que devia,
Você! Ah você, apenas abandono...











Raras permissões...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 16/dezembro/2013

 

Feliz quem se permite a companhia das flores e dos pássaros,
Sentir ‘destas’ os seus aromas e captar ‘deles’ seus cantos,
Refazer-se das agruras do dia a dia entre os animais,
Há com certeza ‘neles’ um afeto sem falsidade, transparente,
Faz renascer através de poucos o sentimento de humanidade...











Fácil abandonar...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 15/dezembro/2013


Fui o primeiro a lhe estender a mão,
Seguraste com firmeza e segurança,
Com o passar dos dias e do tempo,
Testado fora com algumas adversidades;

Parecia que juntos tudo éramos capazes,
Vencia contigo buscando soluções,
Contudo quando da tua mão precisei,
Fostes tu o primeiro a me abandonar...








Postagens populares