"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 17 de maio de 2014

Boletim 97 - [ Olhar-te!... A vida é agora!... Perfeita Simbiose... Não acredito mais em ti!... ]
















Não acredito mais em ti!...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 22/abril/2104


 Por vezes suas atitudes quando falamos de nós confundem o meu pensar,
Não sei mais se isto é um gostar sincero disfarçado ao medo do expressar,
Não sei mais se é apenas maldade da tua parte, faz-se em mim terrível engano,
Busco por felicidade, alerta-me a verdade que este sentimento é momentâneo;

Por vezes suas atitudes quando falamos de nós confundem o meu pensar,
Confesso que não consigo acreditar mais no que teus lábios me revelam,
As tuas palavras não ofertam mais emoção, tudo se faz tão vazio, sem retorno,
Vejo em teus olhos um desejo perdido envolto em tantas mentiras;

Resta-me o silêncio, o ouvir e não enganar-me do que não existe entre nós,
Sofrer não me cabe mais, ainda por saber que não me é merecida esta sensação,
Já vai longe o tempo das lágrimas que de minha face libertei em vão;

Resta-me o silêncio, o ouvir e não enganar-me do que não existe entre nós,
Tenha pelo menos o mínimo de respeito, por você, muito mais por mim,
Saia da minha vida enquanto há tempo para que possamos ser felizes.





 






Perfeita Simbiose...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 20/janeiro/2014


 Meus braços solitários esperam-lhe na noite e por toda madrugada,
Venha, mas venha sem pressa para o calor do meu corpo,
Sinta o pulsar do meu coração descompassado junto ao teu,
Permita-me instantes de admiração ao teu olhar, aos teus lábios;

Enlouqueça-me com as suas carícias, sussurre-me suas fantasias,
Consuma de vez a minha razão na sua arrebatadora paixão,
Libertemos assim nossos sentimentos e as mais secretas emoções,
Permita-me ser pele da tua pele, o ar que lhe da o sopro de vida;

Meus braços solitários esperam-lhe na noite e por toda madrugada,
Enlouqueça-me com as suas carícias, sussurre-me suas fantasias,
Sejamos doçura, mas sem esquecer-se da libertinagem do prazer;

Permita-me instantes de admiração ao teu olhar, aos teus lábios,
Permita-me ser pele da tua pele, o ar que lhe da o sopro de vida,
Seremos dois seres que se unem pelo amor em perfeita simbiose.











A vida é agora!...
Celso Gabriel de Toledo e Silva -CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 03/maio/2014


Não se assuste se eu não estiver mais aqui,
Quem sabe quando você estiver lendo esta mensagem,
Ninguém, mas ninguém mesmo sabe nada da vida,
Nem tão pouco de si que a morte espere;

Estamos aqui para aprender o máximo possível,
Mas certamente aprender para o bem,
Não precisamos de forma alguma aprender o mal,
Porque o mal só tirará tudo de nós;

Por que o que vem sem mérito e em muita facilidade,
Creia, de nada servirá, irá embora muito fácil também,
Por vezes muito mais rápido que se pensa,
Muito mais do que o tempo que levou para chegar;

Não se assuste se eu não estiver mais aqui,
Quem sabe quando você estiver lendo esta mensagem,
Somos tão insignificantes neste viver passageiro, uma brisa de mar,
Somos ondas que vem e que vão ao aguardo da derradeira partida;

Criamos tantos medos, ansiedades, insensatez, quem sabe fobias,
Esquecemo-nos do sorrir, da alegria, do abraço amigo, da simplicidade,
Nascemos tão puros, indefesos para depois sermos prisioneiros de nós mesmos,
Trancamo-nos em castelos imaginários, em sonhos inatingíveis;

Liberte-se o mais rápido possível, a vida é curta e precisa ser vivida,
Sorria mais, chore se for preciso, para tal encontre um ombro acolhedor,
Fale, cante, aprecie, admire a natureza e tudo que lhe circunda,
Viva o agora, não espere pelo amanhã, quem sabe se este chegará. 











Olhar-te!...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 30/abril/2014


 Olhar-te é ter a certeza de ser seduzido pelo gostar,
Perceber que o tempo até se permite quase parar,
‘Faz-se’ transparente, cúmplice das mesmas emoções,
Senhor pleno dos nossos mais secretos desejos;

Olhar-te é ter a certeza de ser seduzido pelo gostar,
Observar o brilho de nossos olhos em perfeita sintonia,
Desaparecem as saudades, alforria-se a solidão,
Quebram-se os grilhões das dores e do passado;

É não ter medo do contato físico, das carícias, da felicidade,
É quase perder a respiração, descompassar as batidas do coração,
Não mais ser metade perdida, mas partes que se completam;

É não ter medo do contato físico, das carícias, da felicidade,
Compartilhar sentimentos a tanto sonhados, agora nos braços de quem se ama,
É saber que na noite nossos corpos, nossas peles se farão puros de prazer.








Postagens populares