"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 7 de dezembro de 2013

Espaço Duetos 2: [ Celso Gabriel de Toledo e Silva... Clélia Izabel Villaça Felet... Silvia Champ... Sandra Galante... ]








               






Loucura...
Clélia Izabel Villaça Felet [Jolaine Justed]
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 15/janeiro/2010
Atualizada em: 21/setembro/2013


Tua boca...
Desejo e prazer,
Tão úmida...
Envolvente e sedutora,
Pressiona-se à minha.
Dentro deste peito,
Faz-se o bater descompassado,
Sons estranhos envolvem-me,
Sinto-me...
Aconchegada pelos teus braços,
Um gemido em êxtase,
Se ‘afoga’ em tua boca,
Beija-me levando à loucura.
Sinto-te, então, ‘ferver’ em meu corpo,
De paixão...
De amor insano,
Insensato...
Mas só nos importa o agora,
O momento,
No qual apenas nós dois,
Nesta loucura,
Permitimos-nos aos deleites,
E mais, e mais, e nada mais...
Envolvo-me então, em ondas d’um amor escaldante.





               






Utópico amor...
Silvia Champ®
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 16/agosto/2013


Busco-te em silêncio na fria calada da noite,
Chora minh’alma pela falta da tua presença,
‘Queima-me’ o corpo o qual agoniza em solidão,
Permaneço mesmo assim, confiante chama acesa;

Desejar-te não finda, procurar-te faz-se em vão,
Não desisto, insisto e persisto, é assim que sou,
Meu querer, quase carma, é a sina que me mata,
Não me liberta do sonho, faz-me viver em utopia;

Acompanham-me as lágrimas, inimigas do meu sorrir,
Minha razão e sentimentos ‘caminham’ em conflito,
Busco-te em silêncio na fria calada da noite;

Castiga-me ou castigo-me do gostar que não se faça merecer?
Não obtenho resposta alguma, abandonaram-me,
Desejar-te não finda, procurar-te faz-se em vão...





               






Certas pessoas...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas®
Poeta dos Sentimentos®
Sandra Galante®
Concebida em: 12/julho/2013


Há certas pessoas que ‘tocam’ em nossa alma sem que elas percebam,
Fazem por libertar as emoções e os sentimentos mais secretos,
Fazem de forma tão espontânea que se lhes contasse não acreditaria,
Certamente diria que tudo não passa de um grande exagero;

Entram em nossos corações sem pedir licença,
Lá se instalam de forma terna e eternamente...
São pessoas muito especiais que fazem a diferença.
Não necessariamente permanecerão na vida da gente;

Elas sempre aparecem quando de algo precisamos,
Na realidade, são anjos mandados por Deus.
Gostaria de poder descrever melhor em meus versos
Dizer que, alguns foram quase uns semideuses;

Uns ficam pra sempre e outros se vão,
Preste atenção quando elas estiverem em suas vidas,
São espíritos que vem em nobre missão,
São estes os mistérios da vida que fazem a experiência única e fantástica;

Há certas pessoas que ‘tocam’ em nossa alma sem que elas percebam.
Entram em nossos corações sem pedir licença,
Elas sempre aparecem quando de algo precisamos,
Ajudam e enxugam humildemente as nossas lágrimas...





              


Postagens populares