"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sexta-feira, 15 de março de 2013

Espaço Homenagem Viva: [Albertina Laufer...]






Homenagem Viva







Amadora
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Não domino a técnica
Não entendo de arte
Não desempenho um ofício
Nem sou profissional
Sou amadora
Tudo faço por gosto
Executo por puro prazer
Realizo com alegria
Decido pelo querer
Sou amadora
Da vida não tenho ensaio
Desistir um erro precário
Viver é o meu acerto
Existir é o meu salário
Sou amadora
Não sou colecionadora
Não enumero suas conquistas
Não uso medidas ou calculadora
Não imagino o seu valor
Sou amadora
Não creio em perfeições
Minha entrega é por querer
Não ligo ao cansaço ou dissabores
Quero chegar, permanecer
Sou amadora
Valorizo o encontro, o abraço
Atravesso o tempo, a idade
Entrego-me por amor
Me executo em saudade
Sou amadora
Bebo da ternura seu clamor
Em canções e melodias
Sou poeta do arvorar do amor
Sou amante, sou amadora











Simplicidade
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Da poeta, um sonho
Do texto, o rascunho
Do fogo, uma brasa
Da mulher, um simples gesto
Da vida, a esperança
Do tempo, a paciência
Das sementes, a gestação
Da simplicidade, um fisgar
Das pegadas, um rastro
Das intenções, o amor
Das estrofes, as rimas
Dos perfumes, a essência
Do oceano, um gota
Do luar, o clarão
Do bando, um ave
Do sol, um raio de luz
Do Céu, um sinal
Da dança, a alma em festa










Gotas d'água!...
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Gotas d'água caem
deslizando-se na face das folhas
que ligeiramente sorriem de contentamento

Gotas d'água dançam
seu bailado benfazejo no palco da terra
que, irrigada agradece e devolve sonidos de fecundidade

Gotas d'água roçam a face
da mulher que no seu percurso diário
borda em ternura cada porção de vida que o dia lhe apresenta

Gotas d'água formam correntes
de olhares que sorriem a ternura
da criança que, molhada, abraça cada pingo de chuva

Gotas d'água penetram a alegria
de cada canteiro de liberdade infinita
que as recebe, acolhendo-as na intimidade do seu leito de vida

Gotas d'água caem
e caindo se entrelaçam com a vida que as acolhe
com abraços de gratidão, na geração da primorosa companhia









 
Sou Mulher!...
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Sou da paz, a existência
Dos perfumes, a essência
Sou alegria e sabedoria
Sou razão e inspiração
e também sou poesia

Sou MULHER, gesto nobre
Dos sorrisos, o bendito
Dos olhares, o que contagia
Sou ventre de Deus
Dentre as muitas Martas
sou a eterna e singela Maria








Sorriso acordado!
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Tá faltando gostar do sim
Tá precisando apostar no não
Tá faltando plantar um talvez
Tá precisando semear o grão

Tá faltando plantar novos luares
Tá precisando clarear a visão
Tá faltando acender raios de luz
Tá precisando curar o que é são

Tá faltando maior simplicidade
Tá precisando acordar o sorriso
Tá faltando quem semeie a verdade
E um sorriso acordado é preciso









 
Sou Mulher!
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Sou Mulher...
que espalha o olhar da ternura
e o encanto da cor

Sou Mulher...
E mesmo com o passar dos anos
espraio-me no sorriso de menina
Sou candura feminina

Sou Mulher sem recortes
Mulher forte
Mulher que encanta
e que canta a vida

Sou Mulher pela graça de ter sido escolhida
Sou acolhimento nas feridas
E sou gestação para a vida

Sou Mulher, sou mãe, sou esposa
Lá no céu eu sou asas
e sou pés no chão da casa

Sou Mulher coração, sou pura paixão
Sou ternura e sou gesto
Sou afeto e também deserto
Sou acolhimento e sou expulsão
Sou revolução e também solução









Arremate
Albertina Laufer
Curitiba - PR
Em roupagens de menina
Desce feita bailarina
Seu mistério é sua sina

As vielas em cada esquina
Ora aquece, molha, invade
Ora molha, invade, aquece

Minha vida feita prece
Regozija, agradece
Água penetrando n'alma

E o coração feito vulcão
Tece os fios de liberdade
No arremate da saudade









Sou Mulher!
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Tenho a delicadeza do perfume das flores
O frescor da aragem da chuva
A força do vento
O carinho dos raios do sol
A brisa de cada manhã
A reciprocidade na amizade
E o amor que se derrama

Sou brasa em chamas!
Sou Mulher na dor!
E sou fiel no amor!









Novo florescer!...
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Faça frio ou faça calor
A vida requer bom combate
A vida requer mais amor
O doce perfume de outro arremate

Arremate não é simples laço
Mas também em nó não se torna
É um ponto sempre bem dado
Uma costura que tudo transforma

É um evento sempre mais colorido
Uma lembrança jamais esquecida
Um bordado intenso e entretido
Um novo florescer do colo da vida











Desejos
Albertina Laufer
Curitiba - PR

Em claras noites de luar
Sacio-me em teus beijos
Adormeço a sonhar
Adornada em desejos
Teu calor me acaricia
O amor que me extasia









Postagens populares