"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 3 de dezembro de 2011

Espaço Divulgação 10 - [Jolaine Justed... Sara Rosa... Esther Ribeiro Gomes... Marcial Salaverry... Ilze Soares..]






Espaço Divulgação

[ ... A poesia em ação... ]
[ ... Aqui você é bem recebido[a]... ]
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .




A Espera
Jolaine Justed
Laranjal Paulista
Esperar prá que?
Não adianta sonhar o impossível,
Acreditar que tudo pode acontecer!
Esse aguardar inútil e absurdo,
Essa ilusão cruel que faz sofrer!

E agora?
Por que insistir na espera doida, desvairada,
Enganar-me tão tristemente assim?
Se a esperança é vã, desejo insano,
O que fazer dessa dor atroz dentro de mim!

Só sei...
Que esse amor ardente, esse querer tamanho,
Essa ilusão impiedosa, esse desencanto,
Acabar-se-ão libertos da amargura,
Pelas muitas lágrimas do meu pranto!

Sinto...
Quão triste é querer o inatingível,
Desolador é insistir, não desistir, nem entender,
Que a esperança ressurge ao nascer do dia,
Morrendo sempre ao anoitecer!

Penso então...
De que adianta amar assim sozinha?
Por que querer tão bem quem não me quer?
Este insensato coração que não aprende,
Não entende as razões d'uma mulher!


Somos pura ilusão
Sara Rosa
São João Estoril - Portugal
Aparecemos neste mundo, sem querer
Crescemos com valores, dito correctos
Nos olhamos admirados, com nossa beleza
Exterior ou interior, conforme comportamento
Subimos na vida, de diversas maneiras
Nossa arte, nossa cultura, nossos amores, até
Vamos andando, tão estonteados
Com o que nos vai aparecendo
Que nesta lida toda da vida
Não nos damos conta de que somos
Pura ilusão, julgando-nos maiores
A beleza de nosso corpo, assim nos diz
Tudo parece perfeito... Mas somos ilusão
Arquitectamos nossa vida... Em projectos
Iludimos-nos, tudo é belo e para ficar
Só que num momento de volta da vida
Nos olhamos e não nos encontramos
E perguntamos, então onde estou, quem sou
Como sou...
Para onde foi a perfeição, quase como
A rosa... Nasce, abre suas pétalas à vida
De vaidosa com a beleza, se esquece dos espinhos
Mas lá vem a altura em que suas pétalas
Caem fracas e aí, ela vê os espinhos
E a ilusão da beleza se foi
A decadência física, nos mostra que
Somos pura ilusão, Só Deus sabe afinal, quem somos.


Olha-me de novo...
Esther Ribeiro Gomes
Santos - SP
"Se te pareço noturna e imperfeita,
olha-me de novo.
Porque esta noite olhei-me a mim,
como se tu me olhasses.
Olha-me de novo.
Com menos altives e mais atento."
[Hilda Hilst]

Olha-me com outros olhos,
olha-me de novo...
Penetra minh'alma com teu olhar,
vê o que não consegues enxergar...
Porque dentro de mim vive a essência
que o tempo não pode levar...

Dentro de mim, desde sempre mora,
o amor que deixaste ir embora...
Olha-me de novo, com os olhos do coração
e meu amor renascerá com os olhos do perdão!

Invadi tua alma, o âmago do teu ser,
esse amor imenso atravessou o tempo
e está pronto, qual fênix, para reviver!


A magia da poesia
Marcial Salaverry
Santos - SP
Esta é a magia da poesia...
Os poetas tem algo especial no cérebro,
que lhes permite "sentir" as coisas
de outra maneira,
e, sem fazer besteira,
vivem mais lindamente a vida...
Onde se vê tristeza,
o poeta vê beleza...
Onde se vê dor,
o poeta sente amor...
Nem sempre somos compreendidos,
mas... assim somos e assim vivemos...
Quem não nos entende, diz que vivemos
fora da realidade...
Na verdade, dizemos as ilusões
da maneira mais verdadeira possível...
Assim somos nós os poetas,
nem sempre rimamos,
mas... poetamos...


Bom dia, Pai!
Ilze Soares
Catanduva - SP
Neste instante em que o sol se levanta no horizonte,
espantando as sombras da noite,
iluminando cada canto e despertando pássaros que gorjeiam,
elevo a Deus minha prece de agradecimento pelo presente recebido.

Despertei para um novo dia, um recomeçar cheio de novidades.
Agradeço-Lhe pela noite bem dormida, a cama quentinha...
A saúde do corpo e da mente,
a família, o lar e o alimento.

Obrigada, Pai, pela oportunidade de escrever, no livro da vida,
mais uma página de aprendizado.
Que a Sua paz e Seu amor estejam sempre conosco,
nos guiando no caminho do bem e da verdade!


Quem é você?
Jolaine Justed
Laranjal Paulista - SP
Quem é você, que vive nos meus sonhos
E perturba o meu dormir, a minha paz?
Que entrou em minha vida sem rodeios
E, a todo instante, não sai do meu pensar?

Vejo você, quando amanhece o dia,
Vejo você, já no azul do luar,
E, à luz do sol, seus olhos cativantes,
Me aprisionam e me torturam sem cessar!

Qual pássaro assustado, em cativeiro,
Eu me debato, buscando a liberdade...
Mas os grilhões me prendem, me sufocam,
Maltratam o meu ser e a dor me invade!

Por que você não sai da minha vida?
Por que não deixa a paz acontecer?
Seria bem melhor prá mim a sua ausência,
Seria então mais fácil lhe esquecer...

Postagens populares