"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 26 de novembro de 2011

Espaço Romantismo - [Bruno Gaspari... Marcial Salaverry... J. Mauricio de Assis Espinosa... Maria Rosaura Prestes Amaro... Sandra Galante...]


Espaço Romantismo...
Sou Aquele
Bruno Gaspari
Rio de Janeiro - RJ
Sou aquele que aprisiona estrelas
no azul profundo de mistério do mar,
o que absorve o ouro do amarelo solar,
apenas para te presentear numa poesia.

Sou aquele que você jamais deveria
ignorar a imatura insistência de te amar
em fortes soluços de ressentimento, mas
também na certeza do nunca vou te deixar.

Sou aquele que se perdeu n'outro tempo,
mas que ainda nas horas espera voltar,
só pra sentir teu perfume nos ventos,
apenas te roubar dos cabelos o luar.


Te amo tanto
Bruno Gaspari
Rio de Janeiro - RJ
Te amo tanto e desse amor sou tão refém
que te permito me arrancar, com as mãos,
do peito - o coração e dos olhos - a alma.

Te amo tanto e por tanto te ceder a razão,
já perdi a direção do mesmo "novo adeus"
que te leva e te disfarça em sonhos meus.


Almas Românticas
Marcial Salaverry
Santos - SP
Almas verdadeiramente românticas
sempre saberão se encontrar...
Almas românticas, tem a felicidade
de despertar para a sensualidade,
fazendo de um sonho, quase uma realidade...
Fazer de um sonho incrível,
uma realidade quase tangível...
Exercitar a imaginação,
acalmando o coração...
Se não tivermos a nosso lado
aquele amor apaixonado,
pelo menos imaginar poderemos,
e assim viveremos
um amor de fantasia,
ouvindo uma doce melodia,
que embalará nossas ilusões,
aquietando o bater dos corações...
Se for apenas sonho,
que seja um sonho risonho,
que nos desperte para a vida,
fazendo-a mais doce e gostosa,
e deixando a alma toda dengosa...


Para saber amar com romantismo
Marcial Salaverry
Santos - SP
`
Para saber amar com romantismo,
devemos ser capazes de dar aquilo que não possuímos,
que é o verdadeiro sentimento do amor,
que só será descoberto quando começarmos a amar alguém.

Mas amar com plenitude,
com doação,
com sinceridade,
sabendo manter o velho e bom romantismo dentro da alma.

Para conseguir dar e doar amor,
temos que ter o amor em nosso coração,
pois ninguém conseguirá ensinar aquilo que não sabe,
ou que não sabe sentir,
e o romantismo é inato nas criaturas românticas,
ou é, ou não é.
Ou se é romântico, ou se é pragmático.

Então, para poder ensiná-lo,
temos que saber compreendê-lo,
temos que saber vivê-lo.

O amor não pode ser estudado,
não se aprende na escola,
mas sim na vida,
e assim, temos que saber aceitar e entender essa idéia,
pois ninguém poderá apreciar algo que não aceita,
que não consegue entender,
que não sabe sentir e tampouco viver.

Temos que querer e saber aceitá-lo,
com todas suas incongruências,
e é preciso saber recebê-lo em nosso interior.
Não podemos duvidar do Amor.

E, finalmente, para acreditar no amor,
temos que estar convencidos de que é o que de melhor nos pode acontecer,
e que realmente vale a pena ser vivido.

É preciso saber que o amor exige dedicação e até mesmo alguma renúncia.
É preciso que se tenha certeza absoluta de que não se pode viver sem amor.
Amor tem que ser entendido em sua plenitude.
O amor total, que não é somente o amor carnal,
mas sim, o amor pela humanidade,
abrangendo tudo aquilo que merece ser amado,
desde uma simples queda d'água,
até aquela pessoa que nos faz viver melhor e mais feliz.

É apanágio das almas românticas...
Para um viver feliz,
é imprescindível sabermos libertar a válvula
em nosso interior que controla nossos sentimentos.
Saiba amar, saiba ser amado.
Saiba viver, enfim.


Simplesmente tu
J. Mauricio de Assis Espinosa [ O Poeta do Amor ]
Novo Hamburgo - RS
Simplesmente tu me completas
simplesmente tu me da refúgio
e paz e alegria
e principalmente amor
simplesmente tu me enobrece
me faz querer ser melhor
mais íntegro
mais puro
simplesmente tu me levanta
e me da asas
para voar meus sonhos
simplesmente tu transforma minhas letras tortas
em poemas
simplesmente tu me confortas
simplesmente tu...
simplesmente porque te amo...


Você
J. Mauricio de Assis Espinosa [O Poeta do Amor ]
Novo Hamburgo - RS
Você é a expressão das palavras que não consigo dizer
é a fala que ainda não veio... É o suspiro
é o meio peito arqueando de emoção
você é a explicação de tudo
de meus segredos mais profundos
de minha existência
está tudo em você
por isto com você sou livre
verdadeiro
honesto e sem máscaras
por que você me faz alguém melhor
por isto agradeço a você meu amor...


Romantismo
Maria Rosaura Prestes Amaro [ Rosamaro ]
Pelotas - RS
Gosto de dia de sol,
Faz-me feliz, saltitante,
Dá-me desejo de amar,
E cantar a todo instante.

Viver com muita alegria,
Ouvir música romântica,
Sair da melancolia,
Com belo acorde de um cântico.

Quando chega o entardecer
Tudo é belo e silencioso,
E a sonata a enaltecer,
Suave som radioso.

Parece que estou sonhando,
Num mundo de romantismo,
Meu coração está amando.
Sinto-me num paraíso.



Prelúdio de Amor
Maria Rosaura Prestes Amaro [ Rosamaro ]
Pelotas-RS
Ao ouvir uma sonata,
Com um som tão relaxante,
Parece uma serenata,
Que num tom inebriante,
Faz-nos lembrar de alguém,
Que de nós está distante.

Aquele som que acalma,
Um prelúdio de amor,
Toca no fundo da alma,
Como um pássaro cantor,

Entoando a melodia,
Com toda uma harmonia,
Despertando uma paixão,
E alento ao coração.


Se eu não te amasse tanto...
Sandra Galante
Piracicaba-SP
Se eu não te amasse tanto,
Não faria as loucuras que faço
Para poder estar em teus braços
Não sofreria, nem ficaria aos prantos;

Se eu não te amasse tanto,
Não teria este brilho no olhar
Não contaria as estrelas para o tempo passar
Para novamente contigo ficar...

Se eu não te amasse tanto,
Saberia a razão da dor do meu coração
Entenderia o porque não uso a razão
Poderia controlar a minha emoção;

Se eu não te amasse tanto,
Não estaria envolvida por tão grande sentimento
Com uma alegria que traz encantamento
De querer gritar que te amo todo momento...

Sei que nas coisas de amor
Tudo já foi dito e redito
Queria algo inédito compor
Que retratasse este amor bendito!


Ama-me com ternura...
Sandra Galante
Piracicaba-SP
Dá-me a tua mão para caminharmos
Andaremos juntos com amor terno e eterno
Ama-me por inteiro em todos os momentos
Nas estações mais lindas e também no inverno...

Ama-me com todos os defeitos,
Inquietações, inseguranças e devaneios
Ama-me com cumplicidade pela vida afora
Ama-me como me amastes outrora;

Ama-me, preciso do teu amor!
Ama-me como se não houvesse amanhã
Ama-me com ternura de alma pura
Ama-me sem pudor por todas as nossas manhãs...

Postagens populares