"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 31 de dezembro de 2011

[Boletim 43] - Jardim das Amizades... Felicidade...

Jardim das Amizades...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSi®
Arquiteto de Almas® - Poeta de Luz®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 30/dezembro/2011
Eu constantemente imaginava que o meu jardim das amizades,
Seria sempre verde e viçoso no decorrer de minha existência,
Na repetição e passagem de cada estação neste viver terreno,
Fosse com a chegada do inverno, outono, primavera ou verão;

 Contudo com o passar dos anos que se vive vem à compreensão,
As estações serão sempre as mesmas, é um ciclo imutável, ano após ano,
Porém o ‘jardim’ que cremos cultivar nem sempre estará verdejante,
Há adversidades, intempéries que por vezes não se espera acontecer;

Importante é entender que após tudo que tenha havido se renasce,
Mesmo que para isto o tempo seja um cobrador implacável,
Mesmo que os dias possam se revestir d’uma sensação perversa,
No final o sentimento justo, verdadeiro e sincero será o vencedor;

Contando que para isto seja preciso conviver com a dor de alguma perda,
Seja por sangrar no coração, muito mais n’alma que busca respostas,
Amizade é uma oferta livre acompanhada de infinitas emoções,
Para sobreviver precisa da permissão mútua, compartilhar valores;

E por ser assim é que o ‘jardim’ pouco a pouco ganha as suas cores,
Atitudes inesperadas, reações de cumplicidade, curiosidade, gostar,
Permissões ora instantâneas, outras com o aguardo de confirmação,
Gestos que unem as pessoas, algumas pela vida toda, até além-vida;

Convivências que carregam em si um tempo determinado e pronto,
Acontece o encontro, o conhecer, o relacionar, também o seu final,
Convivências que se transformam em ‘amor-amizade’, fusão de afinidades,
Sem explicar, sem porquês, acontece, unem as almas gêmeas, almas irmãs;

Se a vida e o viver são e será sempre um mistério que a amizade seja a luz,
Mesmo que de forma temporária as pessoas se unam e depois se separem,
Preservem consigo os bons e importantes momentos vividos de felicidade,
A mim e a todas as pessoas não cabem determinadas compreensões;

Cabe sim experienciar, aceitar, participar, se envolver, aprender e crescer,
Ser feliz o máximo possível, crer que há uma mão amiga e real, solidária,
Que os demais da vida e o viver, o próprio tempo ao seu tempo fará a sua parte,
Ora aproximará, ora afastará, mas manterá um elo de ligações emocionais;

As estações serão sempre as mesmas, é um ciclo imutável, ano após ano,
Importante é entender, que após tudo que tenha havido se renasce,
Seja por sangrar no coração, muito mais n’alma que busca respostas,
E por ser assim é que o ‘jardim’ pouco a pouco ganha as suas cores;

Hoje eu compreendo todas as cores do meu jardim, das minhas amizades,
As que já foram a luz do meu caminhar, as que hoje iluminam meu caminho,
Pois graças a cada uma destas amizades que hoje sou muito mais amor,
Por que antes eu apenas imaginava, hoje eu tenho plena convicção;

O meu jardim das amizades é sempre verde e viçoso, seja o tempo que for,
Na repetição e passagem de cada estação neste viver terreno,
Fosse com a chegada do inverno, outono, primavera ou verão,
Porque cada um que meu caminho cruzou fez a diferença que nos faz hoje melhores.


Felicidade...
Celso Gabriel de Toledo e Silva - CeGaToSi®
Arquiteto de Almas® - Poeta de Luz®
Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: 02/novembro/2004
    F ortalece,
   E ncoraja,
  L iberta,
      I   ncentiva,
   C onduz,
         I   mpulsiona,
    D esfruta,
A mor,
 D ivide,
     E sperança.





No decorrer deste ano muitas foram as batalhas,
mas constantes foram as vitórias,
muitas foram as provações,
contudo, maior foi o crescimento o obtido...


Agradeço a todas as pessoas que ofertaram uma parte do seu tempo e visitaram este espaço criado com amor, com carinho e muita responsabilidade.
Agradeço a todas[os] as[os] poetisas e poetas que convidei e aqui participaram com um 'pedacinho' de sua arte compartilhada com pessoas de 54 países. Agradeço a todas as pessoas que convidei e por um motivo ou outro não puderam aqui participar, haverá com certeza novas oportunidades...
Muito obrigado a todas as pessoas que estiveram comigo neste ano de 2011, recebendo as atualizações do blog, lendo, divulgando e comentando, foi e sempre será um prazer tê-los aqui.

* * * * * * * *
QUE A PAZ ESTEJA CONTIGO


sábado, 24 de dezembro de 2011

Especial de Natal... [J. Mauricio de Assis Espinosa... Marcial Salaverry... Mardilê Friedrich Fabre... Lilian Menale... Eridante Paiva de Souza... Jolaine Justed... Ana Stoppa... Maria Rosaura Prestes Amaro... ]

Especial
de
Natal



Flocos de Esperança
J. Mauricio de Assis Espinosa [ O Poeta do Amor ]
Novo Hamburgo - RS
Está chegando o Natal,
não temos neve,
mas temos esperança,
despeje flocos de sua esperança sobre todos
e assim teremos um Natal melhor,
Dê de você um pouco ou muito se quiser,
será ainda melhor,
retire o NÃO e experimente o SIM
o 'bom dia', o 'como vai você'
 e certamente teremos um Natal melhor...
" Feliz Natal "

Para um Natal de Paz e Amor
Marcial Salaverry
Santos - SP
O Natal é o renascimento do bem...
Veja as luzes que explodem em fragmentos luminosos,
e as estrelas que despontam,
trazendo esperança de paz e Amor...

Neste Natal, peça a Deus como presente,
apenas a Paz de que tanto necessitamos...
Peça como presente de Natal forças
para melhor enfrentar as agruras da vida...

Peça luz, para melhor iluminar o caminho...
Aproveite o Natal e peça amor, para melhor viver a vida...
Peça sabedoria, para saber que sem Fé, a vida é vazia...
O melhor presente de Natal que podemos receber,
é o prazer de chegar ao final do ano,
e ver o quanto progredimos como pessoa,
o quanto de bem fizemos.
Encarnando o verdadeiro Espírito de Natal,
teremos um Natal pleno de LUZ, PAZ E AMOR...

É Tempo
Mardilê Friedrich Fabre
São Leopoldo  - RS
É tempo de amor e amizade,
É tempo de perdão e de bondade,
É tempo de doação e de comunhão,
É tempo de partilha e de renovação,
É tempo de olhos brilhantes e de mãos solidárias,
É tempo de alegria e de felicidade,
É tempo de festas e de comemorações,
É tempo de espírito fraterno e de coração aberto,
É tempo de pensar o passado,
É tempo de viver o presente,
É tempo de construir um futuro melhor.

Neste tempo muito especial,
Que o amor de Cristo penetre em nós,
Tornemo-nos para o nosso irmão
Aquele amigo de todas as horas,
Que consola,
Que participa,
Que se entrega
E que, não tendo mais nada para doar,
Devote simplesmente o seu tempo.
Teremos seguido, então, o conselho de Jesus:
Não deixamos sozinho quem de nós precisou.

Natal, Celebração da Vida!
Lilian Menale [ Uma Mulher, Um Poema ]
São Paulo - SP
Natal é prece e reflexão,
É a família se reunindo,
É abrir o coração,
É ter Fé em Cristo.

Natal onde tudo é mágico,
Trazendo paz e harmonia,
No calor de um terno abraço,
Celebramos a vida.

Natal em toda a sua plenitude,
É expandir a solidariedade,
É mudança de atitude,
É semear a felicidade.

Feliz Natal
Eridante Paiva de Souza [ Eri Paiva ]
Mossoró - RN
Feliz Natal te desejo
No canto que canto agora!
Nos sons desta melodia,
vibram Paz, vibram Alegria,
Anunciando nova aurora!

É aurora de um novo tempo
De Amor e de muita Luz
Trazendo prá pertinho de nós
O Filho amado de Deus
O pequenino Jesus.

A Ele peço, se faça
Presença em teu viver;
Seja Ele  o Bem Maior
Em tua vida a acontecer!
Seja noite, seja dia,
Acompanhe os teus dias
Também José e Maria!

Natal
Jolaine Justed
Laranjal Paulista - SP
Natal é amor, é luz, é ternura...
É a imagem linda e viva do Jesus menino!
É a paz que 'Ele' transmite a todos nós,
Espalhando bençãos por nossos caminhos;

E em cada coração, há o desejo imenso,
Que o exemplo de Jesus, no santo sacrifício,
Invada noss'alma de carinho e amor,
Na data especial deste seu natalício!

É Natal! Dobram os sinos em festa,
E é tão boa essa paz que a gente sente!
A esperança cresce em nossos corações
E, então, dentro de nós, a Fé se faz presente!

Encanta-nos Senhor
Ana Stoppa
Santo André - SP
Encanta-nos Senhor com a tua luz
Torne leve as agruras do fardo
Liberte-nos da dor dos pecados
Ajude-nos a carregar a cruz

Encanta-nos Senhor com teu amor
Faça-nos a cada dia melhores
Revista-nos Pai de compreensão
Inspire-nos no primogênito Salvador

Encanta-nos Senhor com teu Filho
Que imolado a pureza da vida nos deu
Iluminou de paz este mundo
Tornando-nos todos filhos seus

Encanta-nos Senhor com a simplicidade
Relembre-nos a singela manjedoura
Onde nasceu o bendito Jesus menino
Para salvar do pecado a humanidade

Encanta-nos Senhor, descortine os véus
Mostra-nos teu Santo filho a reinar nos céus
Atente para as dores e sofrimento do povo
Revista todas as almas de um sangue novo

Encanta-nos Senhor de amor e felicidade
Na ternura, na paz e na solidariedade
Torne-nos santificados e puros sem igual
Para que a graça possamos sentir no Natal!

Natal de Luz
Maria Rosaura Prestes Amaro [ Rosamaro ]
Pelotas - RS
É dezembro, mês final,
O céu se cobre de luz,
Com estrelas cintilantes,
Que são bênçãos de Jesus.

E vê-se árvores brilhantes,
Verdadeiro festival,
Lembrando com alegria,
O doce e santo Natal,
Que Jesus nasceu um dia.

Data de reflexão,
De tudo o que fizemos,
Elevemos em oração,
Agradecendo ao Senhor,
Tudo o que somos e temos.

Natal, época de festa,
De caridade e amor,
Pois nele se comemora,
O nascer do Redentor.

Postagens populares