"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sábado, 18 de dezembro de 2010

"Carmen Vervloet... Mardilê Friedrich Fabre... Cecilia Fidelli... Geraldo Trombin... Cassia Teixeira... Regina Azenha... Edyth Teles de Meneses... Fada das Letras..."



Homenagens Natalinas



" R e f l e x õ e s "



║..║..║..║..║..║..║..║



Nascimento de Jesus
Carmen Vervloet
Vitória - ES


E o Verbo se fez carne
Mas o homem não O reconheceu
Não percebeu o fremente alarme
E sua alma permaneceu envolta em breu.

Chegou o pequeno menino pobre
Nascido numa simples estrebaria
Mas seu coração rico e nobre
Pulsou amoroso nos braços de Maria.

Uma estrela no céu deu o sinal
Um anjo anunciou aos pastores o nascimento
Na rústica manjedoura, sem a pompa real,
Nasce o Rei Salvador de todo o tormento.

Neste Natal, vinte e cinco de dezembro
Festejaremos mais um seu aniversário
E nesta vida da qual somos transitórios membros
O embate contra o egoísmo, maior adversário.

Nas nuances do nosso habitual dia a dia
Vamos volver os olhos atentos e complacentes
Para os sintomas do mundo com suas dores e anomalias
Mas com olhos de criança, plenos de alegria, confiança inocente.

    

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..



Passados Natais
Mardilê Friedrich Fabre
São Leopoldo - RS


Com precisão chegam aos meus ouvidos,
Tão cansados de sons confrangidos,
Primorosas notas musicais,
Que trazem lembranças de passados natais.
Noites encantadas de luzes e emoções,
Que enchiam de ternura os corações.
Noites esperadas com ansiedade,
A fantasia revolvendo a festividade.
Noites de hinos, sinos e louvor,
Que acolhiam Jesus, o Senhor.
Noites de harmonia, conduzidas pelas estrelas,
Que douravam a trilha e os pastores que queriam detê-las.
Noites de abraços e de presentes,
Que espantavam medos resistentes.
Noites sonoras de paz e de perfeição,
Que orvalhavam o sentido da oração.


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..



Feliz Natal para todos
Cecilia Fidelli
Itanhaem - SP


Bons motivos, boas desculpas...

Coisas antigas.

Violências, sombras, choques.

O futuro com cara de meia liberdade.

De terror atômico,

Sem condenação.

É o caos!

Solos sagrados,

Terras Santas em guerra

Em nome de Deus.

Até quando vamos explorar

Vários deuses, sem pudor?

Lembra de Jesus.

Pô, lembra de Jesus.

Morrendo de vergonha,

Mas, lembra de Jesus.



.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..



Noite Feliz
                        Feliz Natal
Geraldo Trombin
Americana - SP


Mais importante

Que abrir

Os presentes,

Que todos

Os presentes à ceia

Abram também

Os seus corações.

« Viva a poesia e o Espírito de Natal, todo dia »


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..



Presepada
Geraldo Trombin
Americana - SP


Após transformar

Em comercial

O Espírito do Natal,

O soar do pequenino sino de Belém,

Ficou muito aquém:

Virou uma presepada.

A noite que era tão bela

Sob a luz da vela da capela

Hoje não representa mais nada.


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..




Prece de Natal
Cassia Teixeira
Santo Antônio de Pádua - RJ


Senhor! Nestes dias que antecedem à Festa de Vossa chegada
ao nosso planeta, como uma criança simples e pobre.
Quero render-Vos minha gratidão pelas bençãos recebidas.
Pedir-Vos perdão pelas graças não reconhecidas...

Foram tantas que, impossível seria enumerá-las,
mas Vós sabeis de todas, e nem preciso identificá-las.
Várias vezes a nau de minha vida ficou à deriva...
Contudo, Vossas Mãos Sagradas foram o meu leme...
E segui viagem no rumo certo da vida.

Deposito aos Vossos santos pés a minha gratidão,
nesta hora tão divina, Vos peço que nunca me deixes
à margem da vida, sem a Vossa bendita proteção!

Menino Jesus chegou!
É Natal! Aleluia! Aleluia!

A Estrela brilha incandescente!
Os Reis Magos trazem presentes!
Os anjos cantam linda canção
A humanidade tem a Redenção!

Natal é Amor!
Natal é Paz!
Natal é Doação!
Natal é Luz!
Natal é Perdão!
Natal é Esperança!


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..



Mensagem de Natal
Regina Azenha
Santos - SP


A prática da caridade,
da tolerância, do amor ao próximo,
da humildade e do perdão,
não pode ter calendário.

Devemos praticar os ensinamentos
que Jesus nos deixou
durante todos os dias de nossa existência.

Somente assim estaremos celebrando
verdadeiramente o nascimento D'aquele
que deu a sua vida por nós.



.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..




Eu... Queria um milagre
Edyth Teles de Meneses
Portugal - PT


Se houvesse um milagre
Como eu seria feliz
Ter um Nata diferente
Toda a gente a sorrir
Sem lágrimas a cair
Nesses rostos tão sofridos
E ver naquela criança
Uma alegria tamanha
Por ter nas mãos
Algo que tanto precisa
Roupa ou quem sabe comida
Para sua fome matar
Eu queria um milagre
De não ver ninguém a chorar
Nem tão pouco a mendigar
Os rostos tristes a sorrir
Nos lábios uma canção
Porque o milagre se deu
Neste Natal
Há amor no coração
Alegria no ar
E vivemos com paixão
O milagre que se deu
De haver Natal
Para toda a gente
Será a realidade?
Ou eu apenas sonhei...


 


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..



Natal Solidário
Fada das Letras
Portugal - PT


Mais um Natal que chega para nos recordar!
Já se sentem, envolvendo-nos as vibrações!
A paz e a doçura instalam-se nos corações!
- O nascimento de Jesus vamos festejar!

A ementa da ceia de Natal, é reduzida.
Os presentes serão oferecidos com amor;
Humana fraternidade será escolhida,
Para mitigar a solidão, o frio, a fome e a dor!

- Tira da tua mesa de Natal, uns pedaços -
Pão, carne, bolos! - Enfeita com alguns laços!
- Vai levar àqueles vizinhos esfomeados...

Mas cuida para a humildade, apagar os traços do orgulho!
- E acolhe com carinho, nos teus braços,
Se a emoção calar as bocas amarguradas!


Postagens populares